PQ11 – A TRIGA de OURO 2011

 Personagens e Fronteiras: Território Cenográfico Brasileiro

Mostra Nacional Brasileira, premiada com a Triga de Ouro na Quadrienal de Praga de 2011 – PQ’11

triga

Na 12ª edição da Quadrienal de Praga, a PQ’11 a representação Brasileira foi condecorada com o mais prestigiado prêmio da área – a Triga de Ouro, foi concedida, em concordância com o júri internacional e com o grande interesse do público que visitou a Galeria Nacional de Praga, ‘Veletržní Palace’ de 16 a 26 de Junho de 2011, para a exposição:  Personagens e Fronteiras: Território Cenográfico Brasileiro.

PQ'11 Quadrienal de PRAGA 2011 Mostra Nacional Brasileira , premiada com a GOLDEN TRIGAfoto ding 1

Um livro – exposição

É uma exposição vívida. Este é um dos adjetivos que o júri da PQ’ 11 usou para explicar o prêmio da Triga de Ouro concedido ao Brasil. É vívida no sentido de que apresenta uma gama infinita de formas e papéis que a cenografia contemporânea desempenha, das pequenas intervenções em lugares públicos ao site-specific ou teatros convencionais de larga escala, apresentando o urbano, o dramático, o conceitual e o antropológico, mostrando que a cenografia tem um papel importante na multiplicidade das formas performáticas. O mais relevante e vívido na exposição Brasileira é a colocação política, urgente e significativa. A exposição demonstra que multiplicidade não é uma palavra politicamente correta, não é uma suposição conceitual formal, mas sim uma necessidade, e que a cenografia é múltipla porque é parte da vida, que é múltipla. (…). A vivacidade, a multiplicidade presente nesse conceito rompe barreiras e, ao fazê-lo, encontra sua identidade, apresentando-a viva, sem medo de desestabilizar e questionar(…)”.  Em cerca de 70m2 um universo de diálogos foi construído, compondo imagens, objetos, maquetes, obras, movimento, filme, som, luz e matéria, traçando conexões e destacando detalhes para que cada um dos 24 projetos apresentados tivesse mantido sua identidade, ao mesmo tempo em que assegurava-se um equilíbrio entre os projetos, na medida em que não havia um mais importante do que o outro, apenas suas identidades eram exaltadas. “Através de uma nova forma curatorial de expor, e na intenção de melhor se adequar ao projeto específico, propondo para cada trabalho sua própria lógica, local e forma – nos mostrando mundos em cada um dos projetos. Isso cria uma certa diversidade nas formas de olhar e entender, no sentido de recriar cada contexto, interação e significado”.

Sodja Lotker, diretora artística da Quadrienal de Praga de 2011 e 2015

PQ'11 Mostra Nacional Brasileira: Personagens e Fronteiras: Território Cenográfico Brasileiro, premiada com a GOLDEN TRIGA, junho de 2011

 pq11 ftec
veja esta página no link da PQ:  http://services.pq.cz/en/pq-07.html?itemID=309&type=national

De acordo com o júri: “a equipe brasileira alcançou seus objetivos e demonstrou talento, sensibilidade e ‘joie de vivre’. “A exposição oferece um sentido vivo da identidade nacional e o espírito vital da criatividade que inspira o Brasil. Uma corrente que flui de seus recursos culturais e continua espontaneamente abrindo novos horizontes cenográficos. A exposição também mostra um retrato da riqueza da diversidade e a gama de cenografias e produções que acontecem no País. Espaço de mesma importância, na exposição, é concedido à arte de rua, intervenções em site-specific, performances de cunho social, teatro de bonecos, e o teatro convencional. O júri destaca a habilidade na resolução de uma série de questões de design relacionadas a maneira de apresentar os trabalhos. A exposição foi realizada com talento, sensibilidade e estilo. ” (PQ 2011 – Nota de Imprensa 2011)

O  júri internacional, formado por profissionais renomados do mundo do teatro contemporâneo: a cenógrafa e designer da Letônia Monika Pormale, o diretor e chefe do estúdio internacional de teatro “Farm in the Cave” Viliam Dočolomanský, a designer de iluminação israelense Felice Ross, a diretora do Festival de Teatro Santiago a Mil Carmen Romero, o teórico de teatro e performance Marvin Carlson, o diretor, dramaturgo e cenógrafo sul-africano, premiado com a Medalha de Ouro na PQ 2007 Brett Bailey e o renomado compositor, designer de som e regente Kevin Purcell, da Austrália.

funarte pq11_2 funartepq11

Links: RELEASE_da_PREMIACAO – 

http://www.funarte.gov.br/funarte/acoes-da-funarte-se-destacam-na-imprensa-entre-os-melhores-de-2011/

http://www.funarte.gov.br/funarte/premiada-em-praga-exposicao-brasileira-de-cenografia-desembarca-pela-primeira-vez-em-sao-paulo-no-inicio-de-dezembro/

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s